Seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para uma melhor visualização do site. Atualizar agora!

X

19/
07

Vinícola Panizzon aumenta produção de premiados espumantes

Empresa da Serra Gaúcha instalou quatro novos tanques autoclaves nesta semana
A Vinícola Panizzon prevê um aumento de 77% em sua capacidade produtiva a partir deste semestre. A novidade se dá por conta da instalação de quatro tanques autoclaves, usados para a fabricação de espumantes.
Os novos tanques de pressão contam com 32 mil litros cada. O maquinário é usado para a segunda fermentação do chamado vinho base espumante. No processo, conhecido como Charmat, surge os diferentes tipos de espumantes, com aromas e sabores marcantes.
As bebidas finas das linhas San Martin e Panizzon serão beneficiadas com a novidade. Nelas estão os produtos mais premiados da vinícola, como o Panizzon Moscatel, que já foi eleito um dos três melhores moscateis do mundo, no Muscats Du Monde.
No mesmo prestigiado grupo estão também o Panizzon Chardonnay Brut, que recebeu em 2019 a medalha de ouro no Chardonnay Du Monde, principal concurso de bebidas Chardonnay do mundo, realizado na França, e o Panizzon Prosecco Brut, que já recebeu medalha de ouro na Grande Prova de Vinhos do Brasil e tem 25 prêmios. Outros produtos que também terão aumento na produção são o San Martin Moscatel, San Martin Moscatel Rosé, San Martin Demi Sec, San Martin Prosecco Brut e Panizzon Rosé Brut.
A Vinícola Panizzon produz espumantes desde 2002. É importante destacar que o reconhecimento dos tradicionais espumantes foi conquistado com um trabalho que começa no plantio dos parreirais da Fazenda Durans, em Campestre da Serra, nos Campos de Cima da Serra.